Foligno | Descobrindo a cidade das bicicletas na Umbria!

Já começo dizendo que resolvi batizar Foligno de cidade das bicicletas! O porquê vocês podem imaginar, né? Sim, exatamente, durante meu passeio vi muitas pessoas utilizando esse meio de locomoção que sou fã!

IT-18 785
Uma das fotos preferidas do passeio! Jogo de luz, bicicleta vintage e bela arquitetura.

Logo quando sai da estação de trem e fui caminhando em direção ao centro já comecei a notar alguns ciclistas… Mas foi entrar na primeira rua do centro histórico que as bicicletas começaram a chamar atenção de verdade! Tinha uma fila delas na frente de um banco, outra ao lado do mercado, estudantes de bicicletas levando a mochila dentro da cestinha, outras estacionadas em frente as casas… Enfim, o pessoal é “bicicleteiro” mesmo!

IT-18 773
Rua pela qual entrei no centro histórico: Corso Cavour. Mais bicicletas!

O fato é que me chamou atenção e fiquei surpreendida por ver tanta gente utilizando a bicicleta para as tarefas de rotina como, por exemplo, ir trabalhar/fazer supermercado. Refleti um pouco, uma coisa me levou a outra e entendi o motivo! O centro de Foligno é 100% plano.

Acostumada a viver em Perugia, a cidade do sobe e desce infinito (de verdade tá, não é exagero rs), faz com que eu me surpreenda ao ver esse cenário. Em Perugia seria inviável usar a bicicleta como meio de locomoção principal. O centro histórico, onde muito da vida Perugina acontece, é “rodeado” de escadarias e subidas. Já Foligno é rodeada por montanhas só em sua volta, permitindo essa prática super saudável. Inclusive, na foto anterior, podemos ver as montanhas com até uma nevezinha no topo.

IT-18 772
Entrada da Corso Cavour do centro histórico de Foligno.

Uma das coisas que você aprende ao morar na Itália é que a Corso Cavour sempre vai ser uma rua importante ou interessante de ser conferida rs. Está em dúvida por onde começar a conhecer uma nova cidade? Pega a Corso Cavour.

IT-18 725
Normalmente é onde estão localizadas as boutiques, lojas mais chiques etc.

Qual melhor jeito de ir a Foligno? Tendo a base em Perugia eu preferi pegar trem. O bilhete mais baratinho custa 3,65 euros e demora cerca de 40 minutos em média a viagem. Ou seja, se você estiver em Perugia, com 7,30 euros faz um passeio bacana, rápido e econômico. Além de poder aproveitar e experimentar o melhor gelato de pistache do mundo, falo dele aqui.

IT-18 781
Gostei de estar andando pela rua e encontrar esse cinema vintage, ainda em funcionamento.
IT-18 720
Foligno também tem lindos arcos.
IT-18 722
Já é possível ver a torre da catedral…

A grata surpresa do dia ficou por descobrir o melhor gelato de pistache do mundo, em Foligno. Eu já tinha lido a matéria sobre a Gelateria Crispini e o prêmio que ganharam, mas não sabia que eles tinham um filial em Foligno. Assim, imaginem a minha felicidade quando vi a gelateria! Deliciem-se junto comigo com a foto abaixo rs.

IT-18 740
Seguramente o melhor gelato de pistache que eu já provei!!! Atrás, a catedral de San Feliciano.
IT-18 820
Duomo por um outro ângulo, pela Piazza della Repubblica. Ps: olhem as bicicletas aí.
IT-18 817
O dia estava lindo, céu azul e quase sem nuvens!
IT-18 824
Os “palazzi” (prédios históricos) importantes da Piazza della Repubblica.
IT-18 825
Detalhe da passagem entre os dois prédios.
IT-18 827
Palazzo Comunale.
IT-18 818
Quando o sol bate fica tudo mais bonito né? Esse é o Palazzo Trinci, residência da família que governou a cidade entre 1305 e 1439.
IT-18 823
Conseguem ver os lindos afrescos?

Depois de circular pela Piazza della Repubblica, tomei um café no CentralBar (falo dele aqui) e fui caminhar um pouco mais pelas ruas do centro histórico…

IT-18 803
Encontrei umas duas lojas de bicicleta pela cidade. Me apaixonei por esse modelo!
IT-18 751
Foligno é atravessada pelo Fiume (rio) Topino.
IT-18 839
Amo “caçar” esses detalhes pelas casas. Três tipos de lindos retalhos na casa de número 28? Viajo imaginando o que deve ter acontecido aí nessa parede…

A medida que vou caminhando pelas ruas, com olhos atentos à detalhes, tento também captar o clima da cidade. Tenho um amigo italiano que ao notar meu hábito de tirar tantas fotos dos lugares que visito, me disse que se fosse ele, não conseguiria rs. E me explicou o motivo: os italianos estão acostumados a ver esses cenários de “pequenas cidades”, não é algo novo como é para mim. A verdade é que acredito que sempre me encantarei com essas ruas lindinhas e coloridas… Como não?

Numa ruela, bem escondidinha e super pequena, encontrei a parte de trás do que acredito ser uma igreja. Essas surpresas pelo caminho são incríveis… Por isso gosto tanto de caminhar e ficar me perdendo pelas ruas do centro histórico, seguir apenas as vias principais nos impede de ser surpreendido.

IT-18 841
O padrão arquitetônico é o mesmo do Duomo (catedral), vocês conseguem notar?

Mais um pouco do que encontrei pelo caminho…

IT-18 838
O italiano é direto: “Sem folhetos” e “Por favor, não bata no portão”. Morri de rir quando vi!
IT-18 843
Já a caminho da estação de trem para a volta a Perugia.

Enfim, espero que tenham gostado de Foligno e que eu tenha conseguido passar um pouco do clima da cidade. Recomendo a visita com duração de um dia ou uma tarde/manhã. Claro que a cidade oferece o que ver e fazer, mas também pode ser tranquilamente vista em pouco tempo.

Beijoca!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s